Ao transformar a dor pessoal em um caminho de libertação encontrado nas palavras de Cristo, o padre Lício de Araújo Vale se dedica atualmente a ajudar famílias a enfrentar o luto do suicídio. Presença confirmada na quarta edição do Kairós Macaé, o sacerdote hoje é um sopro de esperança para aqueles marcados por um sofrimento difícil de se liberar e de ser compreendido.

Durante o mês de setembro, dedicado às reflexões sobre os motivos que levam pessoas a buscarem essa alternativa extrema, o trabalho do padre Lício se destaca através do livro “E foram deixados para trás”, que traz uma abordagem sobre o suicídio, baseada em estudos da área de saúde, dados oficiais sobre mortes e depoimentos de famílias atormentadas por esses casos.

Com a morte do pai por suicídio, e com o histórico de uma tentativa da mãe, padre Lício compreendeu que a dor profunda das pessoas precisa ser compreendida, uma forma de garantir também a aceitação de quem foi “deixado para trás”.

– Transtornos mentais e/ou emocionais e algumas doenças como o alcoolismo, por exemplo, afetam a perspectiva de fé da pessoa, fazendo-a se sentir desamparada, sem esperança, abandonada. O desespero é tamanho que faz ela se desesperar de tudo, inclusive da fé e pode levá-la ao suicídio – avalia.

Em dezembro de 2018, o Padre Lício de Araújo Vale ministrou palestra na Paróquia Santo Antônio de Macaé

O padre explica que não é vergonha pedir ajuda psicológica ou psiquiátrica durante o período de luto, pois a perda de um parente por suicídio é um processo difícil, em função dos sentimentos e do constrangimento para quem convive com essa dor.

No Setembro Amarelo, dedicado às reflexões sobre o suicídio, padre Lício levará ao Kairós Macaé essa reflexão profunda, que precisa ser abordada também pela religião, como um alerta para atitudes que possam garantir a prevenção contra essas mortes, ou como um apoio necessário para que parentes e amigos possam superar a dor da perda.

Texto: Márcio Siqueira/Pascom Santo Antônio

Foto: Arquivo Pascom Santo Antônio

Faça um comentário